Perguntas Frequentes

Sabia que os piolhos já andam entre nós há milhões de anos, tendo inclusivé sido encontrados piolhos secos e lêndeas nas cabeças das múmias egípcias?!

Os piolhos não andam no ar, nem no chão. São parasitas humanos que se alimentam do sangue e viajam duma cabeça para a outra. Só sobrevivem nas cabeças humanas. Por opção deles, nunca sairiam duma cabeça para uma almofada, chapéu, cadeira ou qualquer outra coisa que não seja...outra cabeça!
Qualquer pessoa pode, na verdade. O grau de higiene pessoal nada tem a ver com o apanhar ou não piolhos. É um mito e um erro muito comum associar a infestação com piolhos com maus hábitos de higiene. Na verdade, e isto é que é um facto, é que os piolhos parecem preferir cabeças limpas!
O sintoma mais comum é a comichão na cabeça, geralmente causado por uma reação alérgica às picadas dos piolhos. No entanto, em muitas crianças, piolhos não provocam comichão de imediato – apenas após semanas ou meses depois da infestação. Por esse motivo, é importante verificar a cabeça da criança frequentemente para poder identificar a infestação e ser tratada o mais rápido possível.

Outros sintomas incluem:
– Sensação de picos e agulhas ou algo que se move no cabelo;
– Irritabilidade e dificuldade em dormir, pois eles são mais ativos no escuro;
– Ferimentos na cabeça devido à comichão, que podem infectar caso a situação não seja tratada a tempo.
Os estudos indicam que o álcool dissolve os lipídos da cutícula do piolho, causando a sua desidratação. Mata 75-100% dos piolhos mas não é, de todo, eficaz com as lêndeas, que terão de ser removidas uma a uma do cabelo. O contacto da pele com o álcool seca o cabelo, fragilizando-o, causando também irritações cutâneas que demoram a passar. Havendo no mercado alternativas mais eficazes e seguras, não há necessidade de sujeitar crianças e adultos a tratamentos com álcool.
Não! Os piolhos não saltam, voam ou nadam. São, no entanto, excelentes rastejantes e rapidamente passam quando há contacto entre cabelos.
O piolho adulto é do tamanho de uma semente de sésamo e é branco-acinzentado ou amarelo-acastanhado. As ninfas (piolhos bebé) são menores, e podem ser pretas, transparentes ou cor vermelho vivo. Os ovos dos piolhos - lêndeas - parecem pequenos pontos amarelos ou acastanhados, até nascerem. Após a eclosão, a casca restante parece branca ou transparente. As lêndeas encontram-se literalmente coladas ao eixo do cabelo e são muito difíceis de remover.
Os piolhos só estão preparados para viver no cabelo humano, não sobrevivendo mais do que 24 horas fora dele. Geralmente não abandonam o seu habitat no cabelo mas a verdade é que acontece. E, se houver contacto com almofadas ou chapéus que uma pessoa com piolhos tenha usado há menos de 24 horas, efetivamente é possível apanhar piolhos!
Contactos

Miraflores
214 191 349 / 965 024 470

Cascais
214 671 063 / 934 517 354

info@clinicadopiolho.com